quarta-feira, 6 de março de 2013

RAIMUNDO NONATO FERREIRA DA MOTA


Raimundo Nonato Ferreira da Mota, Historiador apodiense. Nasceu na fazenda Santa Cruz, do município de Apodi, no dia 30 de Junho de 1866. Segundo filho do casal José da Mota Ferreira Zuza e Emilia Anatildes Fernandes Bonavides. Casou-se com Francisca Praxedes Fernandes Mota. Desse casamento nasceram treze filhos.
Aos sete anos de idade iniciou seus estudos, freqüentando a escola particular do seu parente Luiz Antônio Fernandes.
Em abril de 1878 seguiu em companhia dos seus pais para Pernambuco, onde desejava aprimorar seus conhecimentos. Ali chegando, passou a residir na vila de Ipojuca, ocasião em que começou a freqüentar escolas públicas, estudando português, história, geografia e aritmética etc., adquirindo bons conhecimentos dessas matérias. Revelando grande inteligência, preparava-se Nonato Mota para prestar exames em Recife a fim de ingressa em cursos ais elevados. A caminho daquela cidade, foi acometido de moléstia que o prostrou ao leito por vários meses, retirando-lhe todas esperanças, obrigado que foi a retornar a sua terra natal, a conselho médico, aqui chegando em fins de 1882. Foi político militante em Apodi, formando ao lado do partido liberal, do qual foi um dos organizadores.
Escreveu interessante trabalho sobre a história do município, intitulado “notas sobre a Ribeira do Apodi”, em que se acham relacionados fatos e acontecimentos do passado, informações, transcrição de documentos, sendo bastante útil para estudos, conforme refere o escritor Raimundo Nonato da Silva.
O trabalho do historiador apodiense foi publicado na Revista do Instituo Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte, volumes XVIII e XIX, Números 1 e 2, 1920 – 1921.
Nonato Mota faleceu no dia 10 de outubro de 1936.
FONTE - VÁLTER DE BRITO GUERRA - APODI, SUA HISTÓRIA

Sem comentários:

Enviar um comentário

PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS
COM 17 BLOGS E 1483 LINKS

Acerca de mim

A minha foto
SOU TRICOLOR DE CORAÇÃO, BARAÚNAS, O MAIS QUERIDO DE MOSSORÓ

STPM JOTA MARIA

STPM JOTA MARIA
TRICOLOR DE CORAÇÃO

Arquivo do blogue